SEJA BENVINDO...

Apesar do Brasil ter uma boa imagem fora dele falta muito para ser verdadeiramente um pais de que possamos nos orgulhar.
Falta muito ainda para alcançarmos uma saúde que nos orgulhe, um estudo que nos prepare para a vida e emprego.
O brasileiro enfrenta todas as dificuldades com muita garra e é muito solidário quando acontece alguma infelicidade com outros.
Acolhe todos os outros povos e sua alegria tropical é reconhecida em todos os cantos do mundo.
O brasileiro merece um país muito melhor e eu acredito nisso.







2009/05/05

A INERCIA SOCIAL - Vilmar Bruno

A Inércia Social



Niterói-RJ, 13 de abril de 2009.





O equilíbrio entre o socialismo e o capitalismo é o caminho mais adequado para o equacionamento social desejável. Não sendo de bom alvitre a radicalização doutrinária, sem refletir em uma possível flexibilização para encontrar o aperfeiçoamento constante do sistema aplicado.



A crise financeira, econômica e social que abala o mundo é resultado da evolução especulativa e gananciosa do homem, máxime o capitalista. Por sua ambição desmedida sofrem todos, principalmente às crianças com a subvida que lhes são, por maioria, imputadas pelos descasos e omissões da própria sociedade.



Os jovens sem preparos educacionais e profissionais, mínimos necessários, têm dificuldades em alcançar uma colocação no mercado de trabalho, vivendo às margens da clandestinidade trabalhista. Enquanto os trabalhadores formais tentam resistir e se esquivar do espectro do desemprego que assola o País.



Já os aposentados e os pensionistas pelo Regime Geral da Previdência Social – RGPS (INSS), estes são constantemente espoliados pelos governos, com crise ou sem crise financeira. Eles acumulam, anos após anos, perdas em seus vencimentos, ocasionadas pela fórmula de reajuste diferenciado aos aplicados sobre o salário-mínimo. De maneira que ao se aposentar com o salário superior ao mínimo, o cidadão, fatalmente, um dia, terá o seu benefício reduzido ao menor salário do País.



A legislação Previdenciária, vigente, que trata da aposentadoria é cruel e desumana. É primordial a união de toda sociedade civil, seja por meio dos sindicatos, dos partidos políticos, das Ong’s, etc., para juntos colocarem as divergências de lado e reivindicarem a Câmara Federal a aprovação dos Projetos de Emenda à Constituição – PEC’s, que estão para serem votadas. Pois o interesse é dos trabalhadores, aposentados, pensionistas, estudantes, enfim, de todos os brasileiros.



Os aposentados, pensionistas e trabalhadores, tão cedo não terão outra oportunidade de recuperar o valor real dos seus benefícios que, verdadeiramente, fazem jus.



Acorda Brasil!





Um forte abraço,





VILMAR BRUNO

Administrador

Vice-presidente da Seção Sindical Sinpaf/Ceasa-RJ

Membro do Movimento de Aposentados, Pensionistas e Idosos – MAPI

Niterói - Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto

Trabalhei no serviço público e quando me aposentei passei a fazer trabalhos manuais, poesias, artes plásticas e artesanato.Tenho um pequeno ateliê e sou muito ocupada Adoro viajar e fazer cursos.Sou blogueira com muito orgulho.Amo ajudar a cuidar dos meus netos.
Meu desejo é divulgar meu trabalho e conhecer pessoas.

Seguidores

Total de visualizações de página